11 de fev de 2009

Evolucionismo Ortodoxo x Criacionismo
















À semelhança de fanatismo religioso, a revista Veja em sua edição 2099, de 11/02/2009 faz apologia à Charles Darwin, igualando seus escritos como tábuas da lei. Não somente isto, mas indigna-se o jornalista com o criacionismo que é ensinado em muitas escolas.
Concordo com o que está exposto pelo Silvio Mota Costa no site Observatório da Imprensa (http://www.observatoriodaimprensa.com.br/artigos.asp?msg=ok&cod=524FDS016&#) , e tudo que eu dissesse aqui seria uma duplicação.
Acho que as escolas só deveriam deixar de ensinar o criacionismo no dia que a evolução deixar de ser uma teoria, quando fossem encontrados reais fósseis de transição, etc.
Por enquanto, a evolução “pregada” hoje não passa de uma nova religião de quem quer a todo custo, negar o conhecimento de um Criador, de um ser dotado de inteligência já expressamente comprovada pela ciência quer seja através do DNA, quer através de simples observação da natureza. Esse rancor contra o criacionismo tem aumentado à medida em que vários cientistas de projetos como o Genoma, por exemplo, vem se rendendo à idéia de uma mente projetista por trás de toda a natureza. Isto tem causando pânico em alguns “Evolucionistas Ortodoxos”, pois estão ficando sem adeptos.

“Então vi toda a obra de Deus, que o homem não pode perceber a obra que se faz debaixo do sol, por mais que trabalhe o homem para a descobrir, não a achará; e, ainda que diga o sábio que a conhece, nem por isso a poderá compreender.” Eclesiastes 8:17

Como diria o sábio Salomão “Vaidade de vaidades, diz o pregador; Tudo é vaidade.”(Ecl.1:9) e “Nada há de novo debaixo do sol” (Ecl. 1:9).

Fico com a minha fé, que pouco a pouco, vem sendo comprovada pela ciência...

4 comentários:

Guilherme Negreiros disse...

Marcelo,
em tudo isso uma "força" (inimigo de nossas almas - satanás) contrária tentando levar a humanidade pra longe dos caminhos e ensinamento de Deus, que são simples, "mundando a verdeda de Deus em mentira..."

Guiomar Barba disse...

Graças a Deus porque sabemos que "a sabedoria deste mundo é animal e diabólica." Escrevamos estaa firmação com letras garrafais...
Vamos ter muito a ouvir e ler... Temos que conhecer cada dia mais Ao Senhor.
Parabéns Marcelo. Abraço.

Maira disse...

Marcelo, todo cristão já leu Gênesis 1, portanto fica difícil pensar que um verdadeiro cristão possa acreditar no Evolucionismo de Darwin (que o homem é um descendente evoluído do macaco) Simples, mas é só o que tenho a comentar. Estive afastada; Novo Ano, novas atribuições na Igreja...mas graças a Deus, logo retorno. Obrigada por lembrar-se de mim. Um abraço.

Guiomar Barba disse...

Paulo Sempre disse...
"Deus não joga dados!". A imprevisibilidade quântica era demais para ele aceitar. Einstein, como se sabe, falava o tempo todo em Deus - até o dia em que o encostaram na parede e perguntaram se ele acreditava mesmo no Dito Cujo. "Acredito no Deus de Spinoza, que se revela na harmonia e na ordem da natureza, não em um Deus que se preocupa com os destinos e as ações dos seres humanos", respondeu o criador da teoria da relatividade, citando o filósofo holandês do século XVII para quem Deus e o Universo seriam a mesma "substância". Tal entidade, para Spinoza, só poderia ser acessível à mente humana em dois de seus infinitos atributos: o pensamento consciente e o mundo das coisas materiais.

A definição de Einstein decepcionou muita gente - John Polkinghorne, inclusive - por excluir o que costuma se chamar de "Deus pessoal". Assim, até um ateu convicto como Carl Sagan aceita a divindade. "

Achei muito interessante este comentário deixado pelo meu amigo no nosso blog...