13 de jun de 2017

O Propósito de Deus nos Desvios - (John Piper)

Quantas vezes achamos que estamos perdendo tempo em coisas aparentemente infrutíferas ? Esse texto de John Piper nos chama a perguntar para quem nos dispomos a fazer o que nos propomos no nosso dia-a-dia.

x-x-x
"E tudo que fizerdes, seja em palavra, seja em ação, fazei-o em nome do Senhor Jesus, dando por ele graças a Deus Pai." Cl 3:17
     Você já se perguntou o que Deus está fazendo enquanto você está buscando no lugar errado por algo que perdeu e de que precisava seriamente? Ele sabe exatamente onde está e Ele está deixando você procurar no lugar errado. Certa vez precisei de uma citação para uma nova edição do meu livro Desiring God (Em busca de Deus - Shedd Publicações). Eu sabia que a tinha lido em Richard Wurmbrand. Pensei que estava em seu livro devocional, Reaching Toward the Heights (Atingindo as Alturas). Eu quase podia vê-la no lado direito das páginas viradas. Mas não consegui encontrá-la.
    Porém, enquanto estava procurando, fui atraído à uma página, o devocional de 30 de novembro. Quando eu o li, disse: "Esta é uma das razões pleas quais tive que continuar procurando a minha citação." Ali havia uma história, não para mim, mas para os pais de crianças deficientes. Ter crianças deficientes é como buscar no lugar errado pelo que você perdeu, e não conseguir encontrar. Por quê ? Por quê ? Por quê ? Essa foi a recompensa não planejada de momentos "desperdiçados".
    Em um lar para crianças deficientes, Catherine foi assistida por vinte anos. A criança era deficiente mental desde sempre e nunca tinha dito uma palavra, mas apenas vegetava. Ela olhava calmamente para as paredes ou fazia movimentos desordenados. Comer, beber e dormir era no que consistia toda a sua vida. Ela parecia não participar do que acontecia à sua volta. Uma perna teve que ser amputada. A equipe desejava o bem de Cathy e esperava que o Senhor em breve a tomasse para Si.
    Um dia o médico chamou o diretor para vir rapidamente. Catherine estava morrendo. Quando ambos entraram na sala, não podiam acreditar no que viam. Catherine estava cantando hinos cristãos que tinha ouvido e memorizado, exatamente aqueles adequados para leitos de morte. Ela repetia vez a pós vez a canção alemã: "Onde a alma encontra sua pátria, seu descanso?". Ela cantou por meia hora com o rosto transfigurado, depois morreu calmamente. (Extraído de The Best Is Still To Come (O Melhor ainda está por vir), Wuppertal: Sonne und Shild).
    Alguma coisa feita em nome de Cristo é realmente desperdiçada ? Minha busca frustrada e inútil pelo que pensei que precisava não foi desperdiçada. Cantar para esta criança com deficiência não foi desperdiçado. E o seu desvio angustiante e não planejado não é um desperdício - não se você olhar para o Senhor em busca de sua obra inesperada e fizer o que precisa ser feito em seu nome (Cl 3:17). O Senhor trabalha para aqueles que nEle esperam (Is 64:4)

John Piper 
© Desiring God - Solid Joys


17 de ago de 2016

A Travessia do Caminho


Impossível atravessar a vida...Sem que um trabalho saia mal feito, Sem que uma amizade cause decepção, Sem padecer com alguma doença.
Impossível atravessar a vida...Sem que um amor nos abandone, Sem perder um ente querido, Sem se enganar em um negócio. Esse é o custo de viver.
O importante não é o que acontece, mas, como você reage. Você cresce... Quando não perde a esperança, nem diminui a vontade, nem perde a fé.
Quando aceita a realidade e tem orgulho de vivê-la. Você cresce... Quando aceita seu destino, e mesmo assim, tem garra para mudá-lo. Quando aceita o que ficou para trás, construindo o que tem pela frente e planejando o que está por vir. Cresce quando se supera, se valoriza e sabe dar frutos.
Cresce quando abre caminho,assimila experiências...
E semeia raízes… Cresce quando se impõe metas
sem se importar com comentários, nem julgamentos...
Cresce quando dá exemplos, sem se importar com o desdém, quando você cumpre com seu trabalho.Cresce quando é forte de caráter, sustentado por sua formação, sensível por temperamento...
E humano por natureza! Cresce quando enfrenta o inverno mesmo que perca as folhas, Cresce quando colhe flores mesmo que tenham espinhos.
Cresce quando marca o caminho mesmo que se levante o pó. Cresce quando é capaz de lidar com resíduos de ilusões, Cresce quando é capaz de perfumar-se com flores...
E elevar-se por amor! Cresce ajudando a seus semelhantes, conhecendo a si mesmo e dando à vida mais do que recebe. E assim se cresce…
(Susana Carizza)